Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O feitor e o acusado

Tudo acontece em Brasília. Pois hoje o presidente do Conselho de Ética da Câmara, Ricardo Izar, encontrou logo com quem no aeroporto da capital: o amicíssimo de Albert Youssef, Luiz Argôlo, contra quem será aberto um processo no colegiado. Argôlo não passou recibo e foi cumprimentar o colega. Ao vê-lo, Izar manda: – E aí, […]

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2020, 03h54 - Publicado em 8 Maio 2014, 20h46
Encontro fortuito

Encontro fortuito

Tudo acontece em Brasília. Pois hoje o presidente do Conselho de Ética da Câmara, Ricardo Izar, encontrou logo com quem no aeroporto da capital: o amicíssimo de Albert Youssef, Luiz Argôlo, contra quem será aberto um processo no colegiado.

Argôlo não passou recibo e foi cumprimentar o colega. Ao vê-lo, Izar manda:

– E aí, tudo bem? Sabe que chegou uma representação contra você no conselho, né?

Continua após a publicidade

Argôlo, então, entrega-se:

– Estou sabendo. Por isso que não está tudo bem.

Izar não se contém e finaliza:

– Eu imagino…

Publicidade