Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O contraste das agendas de Dino e Bolsonaro no Maranhão

Enquanto presidente faz visita técnica, governador entregará campus universitário

Por Mariana Muniz Atualizado em 28 out 2020, 21h43 - Publicado em 29 out 2020, 07h34

O Maranhão será nesta quinta-feira palco de uma curiosa disputa de agendas entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o governador do estado, Flávio Dino — rivais do jogo político.

Em sua primeira visita ao Maranhão em dois anos e sem obras no estado para chamar de suas, Bolsonaro dividirá seu tempo entre uma visita técnica a um trecho de uma BR em São Luís e uma “cerimônia de entregas” do governo federal para o estado, em Imperatriz.

Paralelamente, Flávio Dino, que não foi convidado pelo presidente para agendas conjuntas, vai aproveitar o dia para inaugurar um campus da Universidade Estadual do Maranhão na cidade de São Bento e duas escolas. Também vai lançar as obras da universidade em outro município, São João dos Patos.

Ao todo, Bolsonaro não deve ficar mais do que oito horas no estado. Não sem mobilizar aviões e todo o aparato de segurança necessário para que viagens presidenciais aconteçam. A quinta-feira será animada no Maranhão.

Continua após a publicidade
Publicidade