Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Novo Mais Médicos terá operação militar para transportar profissionais

Marinha e Aeronáutica vão atuar em conjunto para hospedar e transportar médicos do exterior que virão atuar no Brasil

Por Hugo Marques Atualizado em 9 jan 2020, 09h22 - Publicado em 9 jan 2020, 08h22

Por ordem de Jair Bolsonaro, militares da Marinha e da Aeronáutica vão atuar em conjunto para dar suporte ao programa Médicos pelo Brasil, que substituiu o Mais Médicos criado pelo governo do PT.

A Marinha vai fornecer apoio logístico para “recepcionar, hospedar e transportar” os médicos intercambistas — gringos ou não, que têm registro profissional no exterior — até os locais de trabalho país afora, previstos no programa.

Já a Aeronáutica será responsável pelo transporte aéreo dos profissionais.

Um decreto assinado pelo ministro Fernando Azevedo nesta semana determina aos comandantes das forças e do Estado Maior Conjunto que realizem os estudos para calcular o custo da operação.

Continua após a publicidade
Publicidade