Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Nova regra sobre participação feminina gera correria na OAB-RJ

Eventos da seccional agora devem ter mínimo de 30% de mulheres

Por Mariana Muniz - Atualizado em 2 dez 2019, 19h25 - Publicado em 2 dez 2019, 19h05

O presidente da OAB no Rio de Janeiro, Luciano Bandeira, determinou que todos os eventos, internos e externos, que sejam realizados ou apoiados pela seccional ou por entidades a ela vinculadas, tenham no mínimo 30% de representantes da advocacia feminina na composição das mesas, como debatedoras ou palestrantes.

No primeiro evento realizado após essa determinação, que teve como tema o Direito Desportivo, houve uma correria para incluir mulheres nas mesas de debates sobre futebol, tradicionalmente ocupadas só por homens.

Publicidade