Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Nova chefe da Lava-Jato em SP chega questionando juiz próximo a Gilmar

Janice Ascari recorreu da decisão de Ali Mazloum sobre corrupção envolvendo Lula e Odebrecht

Por Mariana Muniz - 14 Oct 2019, 17h11

Escolhida por Augusto Aras para comandar a força-tarefa da Lava-Jato em São Paulo, a procuradora Janice Ascari chegou acelerando as coisas na procuradoria.

Na sexta-feira, seu segundo dia de trabalho, recorreu da decisão da 7ª Vara Criminal Federal que negou a abertura de processo pelo crime de corrupção passiva continuada imputado a Lula, seu irmão Frei Chico e a turma da Odebrecht.

No recurso, Ascari e os demais procuradores da força-tarefa afirmam que a decisão do juiz federal Ali Mazloum, simpático a teses de Gilmar Mendes no STF, está equivocada na interpretação que fez sobre a criminalização da corrupção.

Publicidade