Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

No último mês do decano, STF prioriza casos da relatoria de Marco Aurélio

Ministro vai completar 75 anos no dia 12 de julho, quando se aposentará da Corte

Por Robson Bonin Atualizado em 3 jun 2021, 16h51 - Publicado em 4 jun 2021, 17h29

A proximidade da aposentadoria do decano do STF, ministro Marco Aurélio Mello, levou o presidente da Corte, ministro Luiz Fux, a abrir espaço na pauta do tribunal para julgar grandes casos que tenham voto pendente do decano.

Como o Radar mostrou na semana passada, Fux marcou para o próximo dia 23 a análise da suspeição de Sergio Moro no caso do tríplex de Lula justamente por causa do fator aposentadoria.

Em abril, depois de a maioria dos ministros ter votado para declarar Moro suspeito, Marco Aurélio pediu vista, travando o jogo. O decano completa 75 anos no dia 12 de julho, quando se aposenta por idade.

Publicidade