Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Na hora certa

Ayres Britto fez um apelo a quase todos os ministros do STF para que as sessões do mensalão comecem no horário certo, às 14h, não às 14h30, como vem acontecendo. A tarefa não é das mais fáceis. Marco Aurélio Mello, há anos, tenta convencer os colegas sobre o horário, sem sucesso. Até mesmo o relator […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 08h07 - Publicado em 16 ago 2012, 19h01

Atraso é a regra

Ayres Britto fez um apelo a quase todos os ministros do STF para que as sessões do mensalão comecem no horário certo, às 14h, não às 14h30, como vem acontecendo.

A tarefa não é das mais fáceis. Marco Aurélio Mello, há anos, tenta convencer os colegas sobre o horário, sem sucesso.

Até mesmo o relator do mensalão, Joaquim Barbosa, tem dito aos colegas que não adianta chegar no horário pois a sessão nunca começa às 14h.

Continua após a publicidade
Publicidade