Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ministros querem reformar lei e mudar data de descompatibilização

Chorinho

Por Pedro Carvalho 10 Maio 2017, 19h02

Não é novidade para ninguém que boa parte dos ministros de Temer terão que se descompatibilizar de suas pastas no começo do ano que vem, se quiserem manter ou conquistar cargos eleitorais. Por isso, já há um movimento, que começou com Geddel, hoje fora do governo, para mudar a data que terão que deixar os ministérios.

Por lei, quem for disputar eleição deve pedir exoneração de cargo de primeiro e segunda escalão 6 meses antes do pleito. Portanto, em 7 de abril de 2018. O que eles querem é que o adeus seja apenas no dia das convenções partidárias, apenas dois meses antes da eleição.

Eles alegam que trocar o titular das pastas atrapalhará a gestão do presidente e a relação do Congresso com governo à beira das eleições.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade