Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Marco Maia mochileiro

Marco Maia não tem do que reclamar: passeou bastante nos últimos dois anos. Em missão oficial, visitou pelo menos dez países e ficou 59 dias longe da presidência da Câmara. Maia foi da Coreia do Sul ao Panamá, passando por Arábia Saudita, China e França, estre outros pontos mundo afora. Numa das ausências, para quem […]

Por Da Redação - Atualizado em 18 fev 2017, 09h34 - Publicado em 21 jan 2013, 12h32

Viajante

Marco Maia não tem do que reclamar: passeou bastante nos últimos dois anos. Em missão oficial, visitou pelo menos dez países e ficou 59 dias longe da presidência da Câmara. Maia foi da Coreia do Sul ao Panamá, passando por Arábia Saudita, China e França, estre outros pontos mundo afora.

Numa das ausências, para quem não lembra, Rose de Freitas sequer foi avisada de que o colega iria dar um pulo na Alemanha, em janeiro do ano passado. O lapso de Maia deixou a Câmara sem presidente por cinco dias na ocasião.

Agora, quais foram os benefícios que as viagens de Maia trouxeram para o país ninguém sabe.

Publicidade