Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Longe do poder, Wilson Witzel admite: ‘Tenho medo de ser assassinado’

Governador afastado do Rio teme por segurança e diz que vai provar inocência

Por Mariana Muniz Atualizado em 26 fev 2021, 09h22 - Publicado em 26 fev 2021, 08h30

Longe dos holofotes da política, Wilson Witzel credita à investigação da polícia do Rio a Carlos Bolsonaro — que foi encerrada — a origem de sua desgraça política.

Recluso em sua casa num bairro de classe média do Rio, o governador admite que não tem paz, e que teme por sua segurança: “Tenho medo de ser assassinado”, diz.

Réu no STJ e alvo de um processo de impeachment, ele ainda assim diz não entregar os pontos: “Não sou corrupto e vou provar!”.

Publicidade