Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Líder da oposição fala nos EUA de Bolsonaro e as fake news na eleição

A representantes do Facebook e Whatsapp, Alessandro Molon apresentou um relato de como o presidente teria se beneficiado da desinformação para se eleger

Por Robson Bonin Atualizado em 7 fev 2020, 15h13 - Publicado em 7 fev 2020, 12h32

Diante do estrago que as fake News vêm causando pelo mundo, parlamentares do Brasil, da Inglaterra, da França, do Canadá e dos Estados Unidos estão reunidos em Washington para discutir caminhos no combate à desinformação.

O encontro acontece no Wilson Center, órgão ligado ao Congresso norte-americano, e tem como objetivo estabelecer diretrizes para legislações e evitar novas interferências nos pleitos realizados pelo mundo.

Já é o segundo encontro que acontece sobre o tema. O primeiro foi em Londres e foi organizado pelo deputado britânico Damian Collins, que abraçou o tema após o uso da desinformação para produzir o Brexit.

Pelo Brasil, quem participa é o líder da oposição na Câmara, Alessandro Molon (PSB-RJ). Diante de representante do Facebook e Whatsapp, ele apresentou um relato de como o presidente Jair Bolsonaro se beneficiou das fake news nas últimas eleições.

Molon propôs que o próximo encontro do grupo aconteça no Brasil. Os trabalhos seguem até sexta-feira.

Assim que retornar para o Brasil, Molon, que é membro da CPI das Fake News, pedirá uma reunião com a relatora da comissão, deputada Lídice da Mata (PSB-BA), para apresentar um panorama do que se está discutindo no mundo sobre o tema.

Continua após a publicidade
Publicidade