Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Lava-Jato precisa chegar ao futebol’, diz Romário sobre a CBF

 "A onda moralizadora iniciada pela Lava Jato precisa chegar ao futebol"

Por Pedro Carvalho 21 set 2017, 13h29

O senador Romário (PODE-RJ) teceu duras críticas contra a CBF em discurso no plenário realizado ontem. Criticando o fato da FIFA ter excluído o Brasil do roteiro do tour da taça da Copa do Mundo, que visitará 50 países, o baixinho disse que isso se deu porque a instituição brasileira se tornou um “embaraço” e uma “vergonha” para a entidade máxima do futebol.

Ele lembrou o fato de José Maria Marin estar em prisão domiciliar nos EUA e Marco Polo Del Nero não sair do Brasil dado o risco de ser preso. 

 “A onda moralizadora iniciada pela Lava Jato precisa chegar ao futebol”, disse o senador. 

 

Continua após a publicidade
Publicidade