Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Justiça Federal do Paraná bloqueia R$ 20 milhões de Beto Richa

Ex-governador do Paraná é acusado de corrupção em duplicação de rodovia

Por Ernesto Neves - Atualizado em 14 ago 2019, 18h28 - Publicado em 14 ago 2019, 18h03

A Justiça Federal do Paraná determinou nesta quarta (14) o bloquei de R$ 20 milhões pertencentes ao ex-governador Beto Richa (PSDB).

Feito a pedido do MPF, o despacho prevê a indisponibilidade de imóveis e veículos de Richa. 

Richa é réu na ação penal decorrente da Operação Piloto.

De acordo com a Força-Tarefa da Lava-Jato, ele praticou, ao longo de 2014, crimes de corrupção ativa e passiva, fraude licitatória e lavagem de dinheiro. 

Publicidade

Os crimes estão relacionados à licitação de uma parceria público-privada para a duplicação da rodovia PR-323, que liga Maringá a Francisco Alves. 

Além do ex-governador, também são réus Ezequias Moreira, José Richa Filho, Luiz Abi Antoun, Dirceu Pupo Moreira, Rafael Gluck e José Maria Ribas Mueller.

Richa também é réu em outros dois processos da Lava-Jato, pelo crime de lavagem de dinheiro proveniente de propinas em pedágios.

Publicidade