Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Irritação petista com Dilma

A bancada petista do Senado chegou ao limite com a pouca flexibilidade política de Dilma Rousseff e seu governo. Nove entre dez correligionários de Dilma na Casa não escondem a irritação com o contingenciamento de emendas, a letargia para dar início à melhorias já prometidas e a falta de interlocução com o Palácio do Planalto. […]

Correligionários insatisfeitos

A bancada petista do Senado chegou ao limite com a pouca flexibilidade política de Dilma Rousseff e seu governo. Nove entre dez correligionários de Dilma na Casa não escondem a irritação com o contingenciamento de emendas, a letargia para dar início à melhorias já prometidas e a falta de interlocução com o Palácio do Planalto.

Resumindo, são as velhas queixas ao estilo de Dilma de tocar o barco. Um integrante da bancada afirma que o caldo está prestes a entornar:

– Tem uma hora em que não dá mais para segurar. As confusões durante a votação da MP dos Portos deveriam ter acendido o sinal amarelo da presidente porque, a qualquer momento, pode pintar o vermelho e o governo sofrer uma derrota vergonhosa, com participação da base aliada.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s