Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Integrante da cúpula do INSS entra na mira de facções bolsonaristas

Chefe do Serviço Social doou 100 reais a Marcelo Freixo, em 2016; nas redes, é chamado de "petista travestido de gestor"

A caçada de Jair Bolsonaro a “petistas” ou “sindicalistas” no governo tem movimentado facções do funcionalismo. No INSS, por exemplo, a bola da vez seria o novo chefe do Serviço Social do órgão, Jorge Og.

Ele aparece em um vídeo, durante uma fala no Senado — sem data específica –, dizendo esperar “que a reforma da Previdência não seja aprovada”. Og bate na “lógica de mercado de privilegiar cortes em detrimento de direitos” e denuncia o “desmonte do serviço social e da reabilitação profissional”.

Nas eleições de 2016, Og doou 100 reais para a campanha de Marcelo Freixo (PSOL), no Rio. Pouco, mas o suficiente para receber o rótulo de “petistas travestido de gestor” no meio bolsonarista do INSS e entrar no paredão da patrulha.

 (Reprodução/Reprodução)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s