Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Impopular, Bolsonaro ganha mais uma medalha… dos políticos

Outorga da Medalha Mérito Legislativo foi indicação do líder do PSL; cerimônia teve gritos de "mito" e "genocida"

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 24 nov 2021, 12h34 - Publicado em 24 nov 2021, 12h06

Com recorde de rejeição nas últimas pesquisas, o presidente Jair Bolsonaro foi agraciado com mais uma medalha do governo nesta quarta-feira, na Câmara dos Deputados.

Segundo o mais recente Datafolha, de setembro, Bolsonaro atingiu o pior índice de aprovação do seu mandato: 53% dos brasileiros consideram o governo ruim ou péssimo.

A outorga da ‘Medalha Mérito Legislativo’ ao presidente da República foi indicação do deputado federal Vitor Hugo, líder do PSL, que justificou a homenagem pela “trajetória política exemplar no Parlamento” e na defesa da segurança pública, do direito das famílias e dos militares.

Entre outros prêmios recebidos recentemente por Bolsonaro estão honrarias como o Prêmio Caxias do Sul, a Medalha do Mérito Farroupilha e o Prêmio Marechal Rondon de Comunicações, criado pelo governo neste ano.

A cerimônia desta quarta na Câmara foi marcada por vaias de “genocida” por parte das bancadas de oposição, rebatidas por um coro de “mito” por governistas.

A premiação da Câmara visa reconhecer o trabalho de autoridades, personalidades, instituições ou entidades que tenham prestado serviços relevantes ao Poder Legislativo ou ao Brasil.

Cada líder partidário pode indicar um agraciado e, cada membro da Mesa Diretora, dois. Entre os trinta homenageados desta edição, estão o Papa Francisco e o fotógrafo Sebastião Salgado.

Continua após a publicidade

Publicidade