Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Heleno será ouvido em reunião secreta sobre atividades de inteligência

Apenas seis deputados e seis senadores poderão participar de audiência com o chefe do GSI no Congresso

Por Gustavo Maia Atualizado em 9 ago 2021, 18h14 - Publicado em 10 ago 2021, 07h29

O general Augusto Heleno tem um encontro secreto marcado no Congresso na tarde desta terça-feira. Mas o sigilo do encontro é previsto em uma resolução do Legislativo e tem razão de ser.

O chefe do Gabinete de Segurança Institucional do governo Bolsonaro participa às 15h de uma audiência da Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência, a primeira do colegiado em 2021.

Apenas os seis deputados e seis senadores que integram o colegiado podem participar da reunião, além de servidores credenciados.

Hierarquicamente superior à Abin, que fica sob o guarda-chuva do GSI, Heleno pretende fazer uma apresentação inicial e depois poderá ser questionado pelos membros da comissão acerca de temas sensíveis da inteligência do governo federal.

A CCAI tem o deputado federal Aécio Neves como presidente e a senadora Kátia Abreu como vice, e foi instalada apenas no último dia 29 de junho. Ambos chefiam as comissões de Relações Exteriores das respectivas Casas.

Também integram o colegiado parlamentares de oposição ao governo Bolsonaro como os deputados Marcelo Freixo e Orlando Silva e os senadores Renan Calheiros e Jaques Wagner. O general deve ir preparado para responder perguntas, no mínimo, incômodas.

Continua após a publicidade

Publicidade