Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Governo investe em maquinário para destruir documentos

Entre os órgãos que serão contemplados com os novos equipamentos estão o Gabinete do Comandante e o Centro de Inteligência do Exército

Por Hugo Marques - Atualizado em 11 ago 2020, 21h28 - Publicado em 12 ago 2020, 15h29

O Exército vai gastar 11,9 milhões de reais na compra de vários objetos, incluindo 381 fragmentadoras profissionais de papel.

São fragmentadoras com capacidade de destruir automaticamente pacotes com até 300 folhas, além de clipes, grampos, CDs e DVDs.

Entre os órgãos que serão contemplados com os novos equipamentos estão o Gabinete do Comandante e o Centro de Inteligência do Exército.

Publicidade