Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Flávio Dino decide que irá disputar o Senado em 2022

Governador do Maranhão diz que pretende contribuir com o campo progressista no Congresso, mas não descarta mudar de planos

Por Evandro Éboli Atualizado em 30 dez 2020, 17h18 - Publicado em 30 dez 2020, 17h15

Um dos expoentes da oposição ao governo de Jair Bolsonaro, o governador do Maranhão, Flávio Dino, do PCdoB, está decidido a disputar o Senado em 2022.

Mesmo com seu nome citado e especulado para a composição de uma chapa majoritária para enfrentar o atual presidente da República, Dino contou ao Radar que tomou sua posição.

“Minha decisão é disputar o Senado. A decisão visa colaborar na continuidade da implementação de políticas públicas no Maranhão. E contribuir com o campo progressista em âmbito nacional, atuando no Congresso”, afirmou Dino.

O governador comunista considera sim a possibilidade de disputar a sucessão no Planalto, mas depende de outros fatores, como a unidade da esquerda. É o que o faria de mudar da ideia de não concorrer ao Senado.

“Qualquer mudança de planos depende do principal: conseguirmos juntar forças em uma chapa para disputar e vencer a eleição presidencial de 2022. Jamais serei um fator de divisão, e sim de ajudar a convergências”, afirmou.

Continua após a publicidade

De qualquer forma, Dino terá que deixar o governo do Maranhão em abril de 2022, já que irá concorrer a um cargo diferente do que ocupa.

Flávio Dino anunciou nesta quarta a nova equipe de Governo para 2021, com o retorno dos deputados federais Márcio Jerry e Rubens Júnior, ambos do PCdoB,  às Secretarias de Cidades e de Articulação Política, respectivamente.

Pelo Twitter, Jerry, que é o atual vice-líder da sigla na Câmara, agradeceu a confiança de Dino e falou sobre as expectativas diante do novo desafio.

“Com muita honra e total entusiasmo aceitei o convite do governador Flávio Dino para integrar novamente o seu governo como Secretário de Cidades. Retomo com renovado vigor para seguir colaborando nesta grande obra comandada no estado, que é a construção do Maranhão de Todos Nós”, destacou.

 

Continua após a publicidade
Publicidade