Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Festival português de poesia recebe autores brasileiros

Bate-papo é parceria entre Câmara de Leiria e o Museu da Língua Portuguesa

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 19 mar 2021, 19h50 - Publicado em 17 mar 2021, 18h32

Nesta sexta-feira, a partir das 19h, o Museu da Língua Portuguesa exibe em sua página no Facebook um bate-papo entre os escritores brasileiros Marília Garcia e Rafael Zacca e a portuguesa Matilde Campilho. A conversa integra a programação do Ronda, Festival de Poesia de Leiria (Portugal). Realizado em formato virtual em função da pandemia, o festival reúne mais de 200 convidados, de 40 países, em entrevistas, conferências, debates, workshops, vídeo-poemas, espetáculos musicais e performances poéticas.

No bate-papo, chamado de “Cantar De Volta, Mesmo Que O Canto Seja Ruidoso”, Campilho conduz uma entrevista com Garcia e Zacca, que falam sobre suas produções literárias, as inspirações e comentam também o momento de isolamento social neste contexto da pandemia. O encontro é uma parceria da Câmara de Leiria, que organiza o evento, e o museu brasileiro, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo.

Matilde Campilho é poeta e autora dos livros “Jóquei” e “Flecha”. Marília Garcia é poeta e tradutora, autora de livros como “20 poemas para o seu walkman” (Cosac Naify/ 7letras, 2007) e “Câmera lenta” (Companhia das Letras, 2017). E Rafael Zacca é poeta e crítico, professor no departamento de Filosofia da PUC-Rio e autor de “O menor amor do mundo” (7Letras, 2020).

VEJA RECOMENDA | Conheça a lista dos livros mais vendidos da revista e nossas indicações especiais para você.

Continua após a publicidade
Publicidade