Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Fala, Cunha: tática do MPF funciona de novo

Desde que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, começou a falar demais, os integrantes do Ministério Público anotam tudo, na esperança de que ele se enrole nas próprias explicações. A estratégia, revelada pelo Radar On-Line, já havia funcionado com a negativa da existência de contas no exterior. Quando os procuradores ouviram, no fim de semana, […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 00h07 - Publicado em 12 nov 2015, 11h03
Cunha: ele fala, os procuradores adoram

Cunha: ele fala, os procuradores adoram

Desde que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, começou a falar demais, os integrantes do Ministério Público anotam tudo, na esperança de que ele se enrole nas próprias explicações.

A estratégia, revelada pelo Radar On-Line, já havia funcionado com a negativa da existência de contas no exterior.

Quando os procuradores ouviram, no fim de semana, as explicações sobre o suposto empréstimo ao falecido Fernando Diniz, também supostamente pago pelo filho Felipe Diniz, que teriam lhe rendido o 1,3 milhõs de francos suíços, foram a êxtase.

Isso porque, o depoimento de Felipe, que desmentia a história, já estava nas mãos do MPF desde o dia 20 de outubro.

Segundo um dos procuradores, o material ficou bem escondido justamente para ver se Cunha se enrolava com as declarações.

E deu certo, de novo.

Continua após a publicidade
Publicidade