Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Explosão em Beirute aumentou interesse por nitrato de amônio nas redes

Composto químico é usado como base para fertilizantes.

Por Manoel Schlindwein - Atualizado em 10 ago 2020, 08h46 - Publicado em 10 ago 2020, 07h32

A explosão na região portuária da capital libanesa, na terça-feira, levou a um súbito interesse pelo nitrato de amônia na internet. A pesquisa pelo produto químico no Google saltou 50 vezes no Brasil nas 48 horas posteriores à tragédia.

“O quê é” e “para quê serve” o nitrato de amônio dominaram as pesquisas. O composto químico é um tipo de sal granulado, sem cheiro e solúvel na água. O material é usado como base na criação de fertilizantes para plantações por ser rico em nitrogênio.

ASSINE VEJA

A nova Guerra Fria Na edição desta semana: como a disputa entre Estados Unidos e China pode ser vantajosa para o Brasil. E mais: ‘Estou vivendo o inferno’, diz Marcelo Odebrecht
Clique e Assine

A busca por formas de apoio à capital Beirute também foi imediata. A pesquisa por Cruz Vermelha do Líbano teve aumento de 700 vezes no período, enquanto que a expressão em inglês para “como ajudar o Líbano” teve crescimento de 2.000 vezes.

Publicidade