Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ex-ministro da Agricultura lamenta ‘besteiras’ de Weintraub contra a China

Blairo Maggi diz que postura irresponsável do governo prejudica relações comerciais e os laços de confiança com chineses

Por Robson Bonin - 8 abr 2020, 09h33

Ex-ministro da Agricultura, o empresário Blairo Maggi criticou nesta terça as “besteiras” proferidas pelo governo de Jair Bolsonaro contra a China, principal parceiro comercial do país.

“Ao longo dos 2 anos e 7 meses em que fui ministro da Agricultura, estive por várias vezes em missão comercial na China e pude aprender e respeitar seus costumes. Por essa razão, eu diria que essas besteiras, conversas desconexas e coisas irresponsáveis ditas por pessoas do nosso governo, prejudicam as relações comerciais, o relacionamento e os laços de confiança que ambos os governos buscaram construir ao longo dos tempos”, diz Maggi.

O ex-ministro lembra que o povo chinês tem um orgulho de sua cultura e do potencial do país. “Eles prezam pela formalidade, a amizade e o bom diálogo. Nós brasileiros, sobretudo as nossas autoridades, devemos entender e respeitar isso!”

No fim de semana, depois da crise diplomática aberta por Eduardo Bolsonaro, que acusou os chineses de espalharem o coronavírus deliberadamente no mundo, foi a vez do ministro da Educação, Abraham Weintraub meter o bico onde não foi chamado e provocar novo atrito diplomático com a China.

Publicidade