Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Enquanto não privatiza, Correios amplia cota de generais em seus quadros

Estatal está tomada por militares

Por Evandro Éboli - Atualizado em 15 jan 2020, 13h59 - Publicado em 15 jan 2020, 11h21

Enquanto não privatiza, os Correios continuam acolhendo militares nos seus quadros. Uma repartição verde-oliva.

Foi empossado ontem na presidência do Postal Saúde o general José Orlando Ribeiro Cardoso.

A cota só de generais na estatal, assim, chega há quatro nomes, incluídos Floriano Peixoto (presidente), Celso José Tiago (Diretoria de Governança) e Paulo Humberto de Oliveira (no Postalis, fundo de pensão da empresa).

Além de dois coronéis como assessores especiais da Presidência.

Publicidade

 

 

Publicidade