Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Efeito cascata: Mais de 50% das empresas já tiveram rating rebaixado

Na esteira da pressão sobre a nota de crédito soberano, a avaliação das agências de risco das empresas nacionais dá a medida da rápida deterioração da economia brasileira. Um recorte apenas da S&P, a primeira a tirar o selo de bom pagador do Brasil, deixa clara a situação. Das 173 empresas avaliadas, mais de 50% já foram rebaixadas […]

Por Da Redação - Atualizado em 9 fev 2017, 15h37 - Publicado em 10 dez 2015, 14h36
Empresas com menos fôlego para pagar dívidas

Fôlego menor para pagar dívidas

Na esteira da pressão sobre a nota de crédito soberano, a avaliação das agências de risco das empresas nacionais dá a medida da rápida deterioração da economia brasileira.

Um recorte apenas da S&P, a primeira a tirar o selo de bom pagador do Brasil, deixa clara a situação. Das 173 empresas avaliadas, mais de 50% já foram rebaixadas em 2015, algumas mais de uma vez.

No universo de cobertura, agora 57% estão com perspectiva negativa, o que indica que um corte na nota pode ocorrer no médio prazo. Apenas 36% tem perspectiva estável, contra 70% em abril. E só 5% podem sofrer revisão para cima.

Publicidade

Não menos importante, já há 4 empresas em situação de calote.

Publicidade