Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Dragão’ da Odebrecht planeja publicar livro 

Diário com memórias

Por Pedro Carvalho - Atualizado em 4 nov 2019, 13h33 - Publicado em 4 nov 2019, 12h33

O doleiro Wu-Yu Sheng, conhecido como “Dragão”, pensa em publicar um livro-diário com suas memórias revelando os bastidores de seu período como doleiro da Odebrecht, em São Paulo. Ele vive em Miami desde que fechou acordo com o  Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Wu era responsável por obter dinheiro em espécie do comércio da 25 de Março, no Centro de São Paulo, e repassá-lo a empreiteira, que por sua vez usava a grana pagar propina a políticos. Ele teria movimentado cerca de 90 milhões de reais entre 2011 e 2014, e 110 milhões de reais entre 2014 e 2016

Publicidade