Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Dor de cabeça’ Waldir Maranhão pode voltar

Caso liminar proíba Maia de ser candidato, caberá ao confuso deputado presidir sessão

Por Ernesto Neves Atualizado em 26 jan 2017, 00h22 - Publicado em 25 jan 2017, 15h03

O confuso deputado Waldir Maranhão volta à cena (PP-MA) em Brasília. Isso porque existe a possibilidade de, no último momento, uma liminar proibir a candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara.

Se isso não acontecer, Maranhão, que é o 1º vice presidente da Casa, deverá conduzir a sessão da eleição. Maia, o atual presidente, estará impedido, já que é um dos candidatos.

Na hipótese de ser responsável por conduzir o pleito, Maranhão terá de interpretar do regimento interno da Câmara. Ou seja, confusão à vista.

Para quem não lembra, ele revogou a sessão em que a Câmara admitiu o impeachment de Dilma Rousseff. Horas depois, revogou sua própria decisão.

Continua após a publicidade
Publicidade