Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Dez anos após o mensalão e o panetone, Arruda cai na folia

Enrolado na Justiça, ex-governador do Distrito Federal esbanjou simpatia em camarote da Sapucaí

Por Mariana Muniz - 3 Mar 2020, 09h19

Com pedido de prisão recém-apresentado pelo Ministério Público do Distrito Federal, o ex-governador José Roberto Arruda mostrou no último final de semana que não deixou o samba morrer.

Esteve no camarote da Itaipava, na Marquês de Sapucaí, para o desfile das escolas campeãs – acompanhado da esposa Flávia Arruda, que hoje é deputada federal pelo PL de Valdemar Costa Neto.

Ao longo da noite, não faltaram convivas para falar com o ex-governador, enrolado há mais de 10 anos num esquema que ficou conhecido como “Mensalão do DEM”. Tudo na maior festa.

Publicidade