Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deputado que teve Covid-19 diz a Bolsonaro não se tratar de ‘gripezinha’

Relato do parlamentar foi feito ao presidente quando conversavam muito próximo, na posse do ministro da Saúde

Por Evandro Éboli 20 abr 2020, 11h02

Durante a posse do ministro Nelson Teich, na sexta passada, Jair Bolsonaro cruzou com o deputado e pastor Cezinha de Madureira (PSD-SP) na cerimônia. Madureira está na lista de deputados que pegaram coronavírus. Está curado, garante. Na posse, ele e Bolsonaro apertaram as mãos, se abraçaram e conversaram ao pé do ouvido.

O parlamentar disse ao presidente que é a favor da reabertura do comércio, que não acredita na curva de casos na pandemia e que os governadores estão “segurando” números e testes. Madureira deu outra informação sobre o coronavírus ao presidente.

“Disse que peguei uma gripe forte, que não é uma ‘gripezinha’. Fiquei dois dias quase sem conseguir andar, mas, como tenho menos de 60 anos, não passei nem perto da morte. Mas nunca me senti como naqueles dias”, relatou Cezinha de Madureira ao Radar.

E disse acreditar que ficou com alguns problemas consequentes da infecção: “Ainda me restou a perda do olfato e do paladar”.

 

Continua após a publicidade

Publicidade