Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deputado ligado ao MBL quer saber se foi alvo de dossiê no governo Dilma

Kim Kataguiri pediu esclarecimentos ao ministro da Justiça

Por Evandro Éboli Atualizado em 17 ago 2020, 13h46 - Publicado em 17 ago 2020, 12h23

Principal liderança do MBL, o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) decidiu cobrar informações ao Ministério da Justiça e Segurança Pública sobre a revelação feita pelo ministro André Mendonça de que lideranças desse movimento teriam sido alvos de uma espécie de dossiê elaborado pela pasta no governo Dilma Rousseff.

Acuado após acusações de que sua gestão, sim, é que produz esse tipo de coisa – contra mais de 500 opositores – Mendonça tratou de mostrar que esse tipo de levantamento é comum.

Kataguiri foi um dos líderes do movimento que derrubou Dilma, após um processo de impeachment. No pedido ao ministério, o deputado quer saber se: foi feito algum dossiê, inquérito, investigação, apuração, ou qualquer coleta de informações sobre pessoal do MBL entre 2015 e 2016; com que finalidade; se houve publicidade de tal procedimento; existem registros em autos; quem foram os investigados; quem pediu.

ASSINE VEJA

A encruzilhada econômica de Bolsonaro Na edição da semana: os riscos da estratégia de gastar muito para impulsionar a economia. E mais: pesquisa exclusiva revela que o brasileiro é, sim, racista
Clique e Assine
Publicidade