Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deputada que denunciou Witzel afirma sofrer perseguição

Renata Souza (PSol) denunciou o governador do Rio à ONU

Por Da Redação Atualizado em 10 Maio 2019, 16h52 - Publicado em 10 Maio 2019, 16h46

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia do Rio (Alerj), deputada Renata Souza (PSOL), afirmou, em mensagem enviada para amigos nesta sexta (10), que está sofrendo perseguição do governador do Rio, Wilson Witzel

“Amigos, por ter denunciado o Witzel à ONU e a OEA, estou sendo perseguida na ALERJ pelo Witzel e sua base. Querem inclusive minha cassação. Preciso de toda a força dos movimentos sociais e instituições para que o ataque à democracia não se concretize com uma possível cassação de uma deputada que questionou o Governador do Rio”, escreveu Renata.

Mais cedo, Witzel disse em evento da Polícia Civil que a parlamentar tem que ser cassada pela Alerj. 

Renata denunciou a ação da polícia no último fim de semana em Angra dos Reis, interior do Rio. Durante a intervenção numa favela da cidade, policiais atiraram de helicóptero sobre uma comunidade pobre. O governador estava na aeronave. 

(por Alessandra Medina)

Continua após a publicidade
Publicidade