Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Conteúdo para assinantes

Decreto de armas: por que o dia de Bolsonaro pode ser duro no Senado

Derrota ocorrida na CCJ, que rejeitou relatório sobre flexibilização do acesso a armas de fogo, pode se consumar em plenário nesta terça

Por Robson Bonin - Atualizado em 18 Jun 2019, 08h24 - Publicado em 18 Jun 2019, 07h18
A julgar pelo clima em determinadas bancadas do Senado, Jair Bolsonaro pode sofrer nesta terça uma dura derrota na cruzada armamentista do governo.
Responsável pela articulação política, Onyx Lorenzoni que se prepare para ter uma “DR” com o amigo Davi Alcolumbre, ironiza um senador do Sul.
O plenário da Casa deve analisar os decretos presidenciais sobre o tema e nada indica que a base terá votos para evitar que o revés ocorrido na CCJ, na semana passada, se repita. A conferir.
Publicidade