Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Contrato de consultoria

A mulher do secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa, foi contratada como consultora da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), financiada no Brasil em grande parte por dinheiro do próprio ministério. Com salário de 7 000 reais, Mara Suely Gomide Costa trabalha na OEI em um projeto relacionado ao Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos. […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 01h15 - Publicado em 1 jun 2015, 12h28
Costa e o secretário-geral da OEI, Paulo Speller

Costa e o secretário-geral da OEI, Paulo Speller

A mulher do secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa, foi contratada como consultora da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), financiada no Brasil em grande parte por dinheiro do próprio ministério.

Com salário de 7 000 reais, Mara Suely Gomide Costa trabalha na OEI em um projeto relacionado ao Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos.

O MEC tem atualmente cinco contratos com a OEI. Em 2014, o órgão recebeu 8,1 milhões de reais da pasta.

A OEI diz que Mara foi contratada por processo seletivo.

Continua após a publicidade
Publicidade