Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Conselho de Ética aguardará STF para decidir futuro de Aécio

Estratégia para tentar livrar o tucano da perda de mandato

Por Gabriel Mascarenhas 14 jun 2017, 16h04

João Alberto Souza, presidente do Conselho de Ética do Senado, fez chegar a colegas que pedem a abertura do processo de cassação de Aécio Neves que não moverá uma palha até o Supremo decidir se prenderá ou não o tucano.

O recado foi dado por meio de correligionários poderoso no início deste semana. Trata-se de uma estratégia para adiar o máximo possível atirar Aécio aos leões.

Lógico, caso o Supremo decida pela prisão, ficará mais difícil para João Alberto manter-se sentado em cima do pedido de abertura do processo. Já se o STF o livrar Aécio da cadeia, aí é que o presidente do Conselho ficará ainda mais à vontade para não fazer o seu trabalho em prol da classe.

Publicidade