Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Como os presos da PF em Curitiba acompanham o furacão contra a Lava-Jato

Léo Pinheiro, por exemplo, está apreensivo; receia que seu futuro acordo possa desandar

Um misto de apreensão com euforia tomou conta de algumas celas na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, após os vazamentos de mensagens da Lava-Jato.

Léo Pinheiro, um dos integrantes da banca de delatores, tem se mostrado temeroso com o futuro de seu acordo. Quem pede sua opinião recebe um vago e desanimado:

“Temos que esperar para ver”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s