Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Com licença no fim, Carlos Bolsonaro vai voltar ao trabalho?

O '02' pediu afastamento da Câmara do Rio há 30 dias para ‘tratar de assuntos particulares’

Por Mariana Muniz - 7 out 2019, 16h07

Não que algum morador do Rio tenha sentido falta, mas a licença não remunerada de um mês de Carlos Bolsonaro (PSL-RJ) vence nesta segunda.

Nos bastidores da Câmara de Vereadores do Rio paira a dúvida: será que o filho do presidente volta ao batente nesta terça ou vai renovar a folga?

Pelo Regimento Interno da Casa, o “02” pode tirar até 120 dias de licença. Para tanto, é preciso que a renove mês a mês. Se não voltar amanhã, ficam valendo mais 30 dias de licença.

No último dia 6 de setembro, Carlos enviou um ofício ao presidente da Câmara pedindo afastamento para “tratar de assuntos particulares”.

Publicidade