Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cloroquina entra na disputa eleitoral em dois municípios do RJ – entenda

Capitã Cloroquina e João Cloroquina vão disputar vaga de vereador.

Por Manoel Schlindwein - Atualizado em 27 set 2020, 22h36 - Publicado em 28 set 2020, 16h29

A pandemia do coronavírus se fará mais presente em dois municípios do Rio de Janeiro do que em qualquer outro do país. O motivo é inusitado: dois candidatos resolveram incluir o nome do remédio usado no combate à doença – e de eficácia não comprovada – no registro da candidatura junto ao TSE.

Em Varre-Sai, João Marcelo Dias de Castro, do PRTB, resolveu adotar “João Cloroquina” na expectativa de angariar mais votos em meio a outros postulantes como Lucio do Mercado, Paulo do Trator e Selma Mãe do Homero.

Na capital fluminense, os candidatos a vereador incluem quatro capitães. Capitão Léo, Capitão Paulo Chagas, Capitão Portella e a Capitã Cloroquina – Regina Célia de Souza Bento Sequeira, do Avante.

Os registros constam da base do TSE atualizada ontem e foram compilados pela plataforma Confirma.

Continua após a publicidade
Publicidade