Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Chefe da Assembleia no Amazonas queria torrar 1,6 milhão com buffet

Em plena pandemia, com o sistema de saúde do estado em colapso, as excelências do legislativo amazonense mostram descolamento total da realidade

Por Robson Bonin 29 abr 2020, 14h32

O Presidente da Assembléia Legislativa do Amazonas, Josué Neto (PRTB), virou alvo do Ministério Público e do Tribunal de Contas do estado depois de se ver obrigado a cancelar a contratação de um buffet para cafés da manhã que custaria 1,6 milhão de reais.

O gasto com o banquete, no momento em que o estado empilha corpos no cemitério e já enfrenta um apagão nos sistemas de saúde e funerário, foi mais do que indigesto.

Publicidade