Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Caso dos 51 milhões em malas de irmão de Geddel  será arquivado 

No Conselho de Ética, processo não saiu do lugar

Por Evandro Éboli 25 jan 2019, 17h00

O deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA), famoso por ser irmão do controverso Geddel Vieira, não se reelegeu. Mas nem tudo é notícia ruim para ele. Seu processo no Conselho de Ética da Câmara, envolvendo a rumorosa história dos R$ 51 milhões achados em malas num apartamento em Salvador, vai para as calendas. Será arquivado com o fim dessa legislatura. O caso ficou parado durante todo o ano passado. Das 25 testemunhas, apenas duas foram ouvidas. O presidente do colegiado é o conterrâneo Elmar Nascimento (DEM-BA).

Publicidade