Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Caso dos 51 milhões em malas de irmão de Geddel  será arquivado 

No Conselho de Ética, processo não saiu do lugar

Por Evandro Éboli - 25 jan 2019, 17h00

O deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA), famoso por ser irmão do controverso Geddel Vieira, não se reelegeu. Mas nem tudo é notícia ruim para ele. Seu processo no Conselho de Ética da Câmara, envolvendo a rumorosa história dos R$ 51 milhões achados em malas num apartamento em Salvador, vai para as calendas. Será arquivado com o fim dessa legislatura. O caso ficou parado durante todo o ano passado. Das 25 testemunhas, apenas duas foram ouvidas. O presidente do colegiado é o conterrâneo Elmar Nascimento (DEM-BA).

Publicidade