Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Brasil

Cármen Lúcia dá indireta a Moraes, mas fica no vácuo na PGR

O Radar mostrou na semana passada que a ministra Cármen Lúcia havia mandado um recado direto ao colega Alexandre de Moraes ao destacar a “obrigação constitucional” de os ministros do STF ouvirem a PGR antes de tomarem decisões.

Ela despachava uma ação movida por partidos de oposição contra Jair Bolsonaro por atacar a legitimidade do sistema eleitoral com inverdades.

“Necessária, pois, seja determinada a manifestação inicial do procurador-geral da República, que, com a responsabilidade vinculante e obrigatória que lhe é constitucionalmente definida, promoverá o exame inicial do quadro relatado a fim de se definirem os passos a serem trilhados para a resposta judicial devida no presente caso”, escreveu a ministra.

Nesta segunda, porém, a ministra perdeu a paciência com a PGR, depois de ficar no vácuo por treze dias e deu 24 horas para que Augusto Aras utilize sua “obrigação constitucional” de manifestação no caso. Os fatos narrados nestes autos são graves, de interesse exponencial da República. O manifesto interesse público e superior da nação impõem a observância de  prioridade no andamento processual do caso. Intime-se o procurador-geral da República para, no prazo máximo de 24 horas, apresentar manifestação”, decidiu a ministra.

Não é segredo que o ministro Alexandre de Moraes vem decidindo questões urgentes que chegam ao Supremo e só depois ouvindo a manifestação da PGR. A falta de “ímpeto investigativo” da Procuradoria seria uma das justificativas para tal conduta, segundo colegas de Corte do ministro.

 

Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Cármen Lúcia dá indireta a Moraes, mas fica no vácuo na PGR
  • Depois de 13 dias sem respostas, ministra oficiou a Procuradoria para que exerça sua 'obrigação constitucional' em 24 horas

Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Você ainda não tem acesso a esta marca. Escolha uma das ofertas abaixo para assinar

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

OFERTA
BLACK

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

a partir de R$ 29,90/mês
(25% de desconto)

OFERTA
BLACK

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês

a partir de R$ 7,90/mês
(60% de desconto)