Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bretas aceita denúncia contra Paulo Preto, Cavendish e André Machado

Leia mais...

Por Ernesto Neves - Atualizado em 6 ago 2019, 16h18 - Publicado em 6 ago 2019, 16h05

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, aceitou nesta terça (6) a denúncia oferecida pelo MPF contra Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, ex-diretor da Desenvolvimento Rodoviário S.A (Dersa). 

De acordo com a Força-Tarefa da Lava-Jato, Paulo operou ao menos R$ 29 milhões em propina em obras da Marginal Tietê, em São Paulo.

Também são réus na ação penal os executivos da Delta Fernando Cavendish e André Machado, além de Cláudia Salgado, Carlos Roberto Duque Pacheco, Helvétio Pereira e Magna Carvalho.

Segundo as investigações, Paulo Preto atuou, “mediante combinação e outros expedientes”, para interferir n processo de licitação da obra em benefício da construtora Delta.

Publicidade

A ocultação da propina, dizem os procuradores, era feita através dos doleiros Samir e Adir Assad, assim como utilizava contratos fictícios elaborados por Magna Carvalho.

 

 

Publicidade