Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bolsonaro e o exemplo de Raquel Dodge

Deputado ficou na cola do presidente

Por Pedro Carvalho - Atualizado em 18 ago 2019, 22h29 - Publicado em 18 ago 2019, 13h19

Em cerimônia na Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, no Rio de Janeiro, o presidente Jair Bolsonaro fez um pouco mais do que comer cachorro-quente em trailer que costumava frequentar durante a carreira militar.

Não foi só Raquel Dodge que tentou faturar com a presença do presidente. O deputado Otoni de Paula, em vias de deixar o PSC e ir para o PL, ficou na cola de Bolsonaro o evento todo. Otoni mira a prefeitura do Rio de Janeiro, no ano que vem. Quando vereador, ele mantinha duros embates com o hoje também deputado David Miranda (PSOL).

O evento contou com a presença do governador do Rio, Wilson Witzel,Entre as autoridades presentes estão o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e os governadores do Rio, Wilson Witzel (PSC), de São Paulo, João Dória (PSDB), e de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM).

Há quem tenha ficado enciumado com a atenção especial do presidente ao deputado.

Publicidade