Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bola fora

Quando foi até Dilma Rousseff ontem, Henrique Eduardo Alves tentou faturar com a votação do Código Florestal, anunciando a presidente a “aprovação unânime” do texto na comissão mista do Congresso. Uma tremenda bola fora. Dilma não só detestou o texto aprovado pelos parlamentares como cobrou, por meio de um bilhete (em um raro flagrante fotográfico), […]

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2020, 08h00 - Publicado em 30 ago 2012, 16h30

No bilhete:“Por que os jornais estão dizendo que houve um acordo ontem no Congresso sobre o Código Florestal? Eu não sei de nada?”.

Quando foi até Dilma Rousseff ontem, Henrique Eduardo Alves tentou faturar com a votação do Código Florestal, anunciando a presidente a “aprovação unânime” do texto na comissão mista do Congresso.

Uma tremenda bola fora. Dilma não só detestou o texto aprovado pelos parlamentares como cobrou, por meio de um bilhete (em um raro flagrante fotográfico), Ideli Salvatti e Izabella Teixeira sobre a trapalhada do governo e por não ter sido avisada

Publicidade