Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bivar, Joice, Bozzella e um bom cuba-libre para tramar contra Bolsonaro

Cacique do partido está reunido neste momento com deputados esnobados pelo presidente

Luciano Bivar escolheu o velho e bom rum cubano para molhar a garganta enquanto discutia com aliados nesta tarde as possibilidades de manobra ante a decisão de Jair Bolsonaro de deixar o PSL levando com ele o maior número possível de parlamentares.

Ao Radar, uma fonte do PSL explicou que a conversa serviria para definir a reação, já que a ala bolsonarista do partido tem usado o poder do Planalto para ganhar terreno no TSE. “Eles vão para cima do Bolsonaro”, diz um conselheiro de Bivar.

O cacique chegou sozinho ao restaurante nesta tarde. Depois, se fez acompanhar por Junior Bozzella, que trazia com ele um calhamaço de papel nas mãos — dossiê?

Joice Hasselmann chegou na sequência, mas não se sentiu à vontade para discutir estratégias políticas no lugar: “Vamos para casa que lá tem champagne, vinho, comida… A gente pode ficar mais à vontade lá”.

Sobre a papelada, Bozzella disse ao Radar o seguinte: “Tem uma série de processos. A gente queria só mostrar o mapa, a cronologia, as datas e como isso tem se dado com relação às notificações. Estamos sempre atualizando os deputados, esse é um processo totalmente legal. Os deputados ficam querendo saber, ficam preocupados. Aqueles que não xingam o partido querem saber se aqueles que xingam vão receber algum tipo de retaliação ou não. A gente dá uma satisfação para todos os deputados. E é sempre bom o presidente [Bivar] ser atualizado sobre o que está acontecendo. Preparei um mapa mais específico para facilitar o diálogo. São 20 representações. É tudo que já é publico, não tem nada de sigiloso.”

Já sobre a natureza da reunião, ele nega que alguém no grupo queira tramar contra Bolsonaro. “Se tivesse alguma coisa para tramar contra ‘a’, ‘b’ ou ‘c’, obviamente a gente não iria se reunir publicamente ou algo nesse sentido. Não estamos tramando contra o Bolsonaro, até porque nós não brigamos com o presidente. A opção de sair do partido é dele. Os processos disciplinares que estão ocorrendo dentro do rito estatutário também foram gerados por conta dos próprios deputados que resolveram atacar a agremiação sem nenhuma justificativa”, diz o deputado.

E depois dizem que política não se faz com o fígado.

Na primeira foto, Bivar aguarda deputados do PSL já com o velho e bom rum cubano na mesa; na outra, o grupo já batendo em retirada a convite de Joice

Na primeira foto, Bivar aguarda deputados do PSL já com o velho e bom rum cubano na mesa; na outra, o grupo já batendo em retirada a convite de Joice (Divulgação/Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Luiz Chevelle

    There’s no choice…

    Curtir