Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque a Bolsonaro muda de patamar caso dos hackers de Araraquara

Na avaliação de interlocutores do presidente, crime pode ser enquadrado como ataque terrorista ao Estado brasileiro

A revelação, antecipada com exclusividade pelo Radar nesta quinta-feira (leia mais em Bolsonaro, o alvo), de que o presidente Jair Bolsonaro está entre as vítimas dos hackers de Araraquara (SP) muda de patamar o caso que antes parecia soar como ação de aventureiros preocupados em lucrar com o ataque à imagem da Lava-Jato e do ministro Sergio Moro.

Ao chegarem até o ponto mais alto da República, os criminosos atentaram contra o próprio Estado brasileiro, num movimento que a partir de agora, segundo interlocutores do Planalto confirmaram ao Radar, poderá ser enquadrado na Lei de Segurança Nacional como uma ação terrorista contra Bolsonaro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Otavio Tallarico

    Basta um dos hackers fazer qualquer mençãozinha ao nome de “Verdevaldo”… pronto! Poderá ser preso por trroriismo e ficar na jaula por 30 anos.

    Curtir