Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

As últimas do Marco Polo

Neste momento, Marco Polo Del Nero repousa em seu apartamento na Barra da Tijuca, perto da sede da CBF. (É aquele apartamento comprado por 1,6 milhão de reais, mas que o mercado avalia em 5,2 milhões de reais – um negócio de craque). À tarde, se seguir os conselhos do seu fiel escudeiro Walter Feldman, […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 01h16 - Publicado em 29 Maio 2015, 11h39
Marin e Marco Polo: que dupla

Marin e Marco Polo: que dupla

Neste momento, Marco Polo Del Nero repousa em seu apartamento na Barra da Tijuca, perto da sede da CBF. (É aquele apartamento comprado por 1,6 milhão de reais, mas que o mercado avalia em 5,2 milhões de reais – um negócio de craque).

À tarde, se seguir os conselhos do seu fiel escudeiro Walter Feldman, dará uma entrevista coletiva na sede da CBF. Feldman, aliás, é hoje o conselheiro principal de  um atordoado Marco Polo.

A decisão de fugir às pressas da Suíça, no entanto, foi tomada a partir de conselhos de vários advogados consultados por ele – inclusive advogados estrangeiros. Havia o temor de ser preso.

A verdade é que mais cedo ou mais tarde Marco Polo terá que renunciar à presidência da CBF. É uma questão de tempo.

Marco Polo está morto politicamente. Agora, o que lhe resta, sob o ponto de vista dele, é administrar o melhor possível essa morte.

Continua após a publicidade
Publicidade