Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Apontado como homem da mala de Onyx quer falar

Presidente da associação de exportadoras de carne, Antônio Jorge Camardelli bateu à porta do STF e desmentiu o ministro

Por Gabriel Mascarenhas - 7 jan 2019, 08h02

Onyx Lorenzoni já confessou em praça pública que levou 100 000 reais em caixa 2 da JBS, durante a campanha de 2014.

Ele afirma que recebeu a grana por meio do presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), Antônio Jorge Camardelli.

Pois bem.

Ao ver seu nome estrelando reportagens pouco edificantes, Camardelli procurou o Supremo. Numa petição, ele desmente Onyx e pede dar sua versão dos fatos.

Isso significa que, se tiver falado demais ou de menos, o ministro de Bolsonaro vai se arrepender.

Continua após a publicidade
Publicidade