Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Amor que virou ódio’, diz Flávio Dino sobre guerra de Bolsonaro e Doria

Governador do Maranhão atribui 'irracionalidade de Bolsonaro' a rancor do governador de São Paulo

Por Mariana Muniz Atualizado em 21 out 2020, 11h32 - Publicado em 21 out 2020, 13h25

Participante da crônica política brasileira, Flávio Dino (PC do B) resumiu bem o clima de guerra retórica entre Jair Bolsonaro e João Doria — que ganhou novos contornos nesta quarta-feira com as declarações sobre a “vacina chinesa” contra o coronavírus e a reviravolta no Ministério da Saúde.

“Bolsonaro e Doria representam aquele tipo de casal que se separou e o amor virou ódio. Só isso pode explicar tanta irracionalidade de Bolsonaro”, disse ao Radar o governador do Maranhão.

Nesta terça, Dino participou da reunião dos governadores em que Eduardo Pazuello anunciou a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac, produzida por São Paulo. E chegou a comemorar a novidade. Durou pouco…

Publicidade