Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Amigos de Del Nero apontam o caminho da renúncia

Ele ainda acredita que vai se safar

Por Gabriel Mascarenhas - 4 jan 2018, 12h30

Amigos próximos de Marco Polo Del Nero e cartolas de grandes clubes estão convictos de que será uma tragédia para o futebol brasileiro se a seleção chegar à Copa do Mundo com o presidente da CBF afastado de suas funções por suspeitas de corrupção.

A parte mais interessada, porém, o mandatário da CBF, Marco Polo Del Nero, acredita que conseguirá reverter e decisão da Fifa que o proibiu de participar da dia-a-dia do futebol brasileiro por 90 dias.

Gente de confiança dele, no entanto, acha que seu otimismo não tem conexão com a realidade e que, extintos os três meses de suspensão, ele será afastado por mais 45 dias.

Amigos do cartola pretendem esperar o início dos campeonatos estaduais para tentar convencê-lo a entregar os pontos e a concordar com a antecipação da eleição para presidente da CBF, prevista para abril.

Publicidade