Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Agora, PSB comemora o ‘timing’ de Joaquim Barbosa

Enquanto permaneceu na espreita, ex-ministro não foi alvo da imprensa nem dos adversários em potencial

Por Gabriel Mascarenhas 5 abr 2018, 10h27

Os principais nomes do PSB passaram os últimos dois meses com a respiração presa, à espera da resposta de Joaquim Barbosa.

A ansiedade quase os levou à loucura, até o início desta semana, quando o ex-ministro decidiu se filiar à legenda.

Passado o susto, os quadros do partido simpáticos à candidatura de Barbosa à presidência identificaram um aspecto positivo da espera.

Enquanto permaneceu na espreita, o magistrado não foi atingido por um torpedo sequer, seja da imprensa ou dos adversários em potencial.

A filiação o empurra para o perímetro da trincheira. As maiores rajadas, porém, só ocorrerão quando ele se e quando ele lançar entrar no páreo eleitoral.

Vamos ver se agora, até que Barbosa defina se será ou não candidato, o PSB lidará com a ansiedade de forma menos exasperada.

Continua após a publicidade
Publicidade